Parto com amor

    Este livro reúne histórias de mulheres para mulheres. Revela a trajetória percorrida por nove mães – entre elas a autora – para conquistar o parto desejado. Seus medos, fraquezas e dificuldades estão aqui expostos da mesma forma simples e sincera com que suas alegrias e vitórias são compartilhadas. O instante do nascimento, as horas que o antecederam e os primeiros momentos de vida do bebê são eternizados em fotos que transbordam emoção.

    “O parto pode ser sim um momento poderoso de transformação, alegria e prazer. Espero que esse livro inspire muitas mulheres.” Gisele Bündchen

    Aproveite e dê uma passadinha no site  http://www.partocomprazer.com.br – lindas imagens, relatos de parto, informação que transforma.

    IMPORTANTE sobre o site parto com prazer e aproveito para pegar emprestado pra lente materna também. ; )

    “O objetivo deste site não é persuadir ninguém a escolher um parto domiciliar, em casa de parto ou no hospital. Nem a optar por esse ou aquele médico ou parteira. Da mesma forma, não pretendemos desmerecer ou constranger quem tenha feito escolhas diferentes ou pretenda seguir por outro caminho. O parto com prazer, aqui entendido como aquele em que a mulher assume o papel de protagonista, não é a opção mais adequada para todas. Mas talvez seja para você. Nesse caso, as informações que aqui reunimos serão de grande valia para ajudá-la a discutir o assunto e fazer as suas próprias escolhas em parceria com o profissional que acompanha a sua gestação. Não somos médicos e este site não dá conselhos médicos, apenas compartilha a opinião de quem já passou pela experiência. Que deve ser encarada apenas como um subsídio para que você assuma uma postura questionadora e possa formar as suas próprias convicções sobre o assunto”.

    Bjocas,

    voltar ao topoCompartilhe no FacebookTweet este post101,115,99,114,101,118,97,32,112,114,97,32,109,105,109mim arp avercse

    […] Eu quero ler! […]

    Nascer sorrindo – Joana!

    “Deitado sobre o peito querido, orelha contra coração, o bebê reencontra o som e o ritmo familiar.
    Tudo está feito. Tudo é perfeito.
    Esses dois seres que lutaram corajosamente, transformam-se num só.”

    Como resistir a um recém-nascido? Simplesmente não dá! Este é o motivo de tantas fotos neste post..

    Fotografei a Joana com apenas 14 dias. Calminha, gostosinha, nasceu em casa com o auxilio de parteiras contemporâneas e uma doula.

    Fotografar a pequena grande Joana teve um significado ímpar na minha vida.  Eu também nascia oficialmente como fotógrafa materna.  Como não bastasse, Joana é aquariana como eu! ; )

    Os momentos foram registrados naturalmente, como a vida deve ser. Esta é a proposta da Lente Materna – fotografia de famílias.

    A avó materna da Joana esteve presente. Três gerações juntas em frente a minha lente.  Também fotografou… A câmera? Uma linda analógica, com filme PB…a mesma que ela fotografava a Mariana (mãe da Joana) quando pequena.  Significativo demais, Né? Meus olhos enchem d’agua.

    Meu filho estava comigo, enquanto eu fotografava… foi um dia maravilhoso.

    Joana nasceu em uma família de mulheres incríveis. Sua mãe, Mariana é uma menina mulher meiga de muita garra! A Avó materna, é a apresentadora Ana Maria Braga, talentosa e humana.

    O relato de parto da Mari, está aqui.

    Joana da Mari!!!! Joana do  Paschoal!!!!

    Bjos ocitocinados

    ___________________________________________________________________________________________________________________________________________________

    Quer ter seu parto natural domiciliar?

    Saiba mais:

    Grupo de apoio a maternidade ativa – http://www.maternidadeativa.com.br

    Prima Luz – http://www.primaluz.com.br

    Casa Moara – http://casamoara.com.br

    Parto do princípio – http://partodoprincipio.com.br

    voltar ao topoCompartilhe no FacebookTweet este post101,115,99,114,101,118,97,32,112,114,97,32,109,105,109mim arp avercse
    Caliê05/04/2011 - 12:40 pm

    Querida Roseane

    São fotos são lindas! Par

    Caliê05/04/2011 - 12:41 pm

    Queria dizer

    Suas fotos são lindas!

    Bj

    mari05/04/2011 - 1:59 pm

    que lindas! fantástica Roseane, parabéns! especial demais!

    Renata Reis06/04/2011 - 1:18 am

    Ro, me arrepiei vendo as fotos. Só quem conhece seu profissionalismo pode entender sentir…

    Muito mais sucesso com este novo projeto.
    Bjos Rê

    Renata Reis06/04/2011 - 1:21 am

    Ro, me arrepiei vendo as fotos.
    Quem conhece seu profissionalismo pode entender… Quem enxerga suas fotos, pode sentir.
    Muito mais sucesso com este novo projeto.
    Bjos Rê (Your comment is awaiting moderation)

    Sylvana06/04/2011 - 7:59 am

    Fotos lindas! Dá saudade da maternidade nos primeiros dias de vida!
    Minha filha também se chama Joana e nasceu em casa. Tudo de bom!

    Ana Paula Gaia06/04/2011 - 12:02 pm

    Parabéns! As fotos estão belas!
    Beijos.

    marisa07/04/2011 - 4:58 pm

    Leia isto:

    Amei-te, no segundo em que ouvi os batimentos do teu coração. Amei-te, no minuto em que nasceste. Quando vi tua carinha fiquei ainda + apaixonada. Só tinhas 1 min. de vida e já sabia que morreria por ti e hoje ainda penso assim. Quando escolhemos ter filhos, tomamos a decisão consciente de permitir que o nosso coração possa caminhar fora do corpo.

    Lais Jacob08/04/2011 - 3:53 pm

    Nem sei como dizer em palavras essas fotos… Participar de tudo isso é uma dadiva… Parabens mamãe Maro, Parabens vovo Ana!!!
    Parabens pelo seu trabalho tbm… INCRIVEL!!

    angelica08/04/2011 - 6:41 pm

    Felicidadesss…parabensss a nat e lais estão te mandando beijosss…saudades…Vovó Aninha parabénss…

    Karina Rufino Gonçalves11/04/2011 - 1:38 am

    AMei este trabalho, participei da construção e cuidados com o enxoval da pequena Joana e nem podia imaginar tanta ternura da Mariana e vc retratou isto em fotos que registram a história e o Puro Amor com que acarinham apequena Joana, que alias arrasa corações. Parabens

    Keilla13/04/2011 - 3:27 pm

    Roseane, parabéns, q trabalho maravilhoso!
    Já admirava suas fotos de casamentos, agora t admiro mais ainda.
    Dá até vontade ter filho logo pra fzer as fotos de grávida e do bebe com vc, mas esse dia vai chegar e com certeza entrarei em contato contigo.
    Bjos e sucesso sempre!!

    Kelly Holanda03/05/2011 - 2:48 am

    Troca de roupinhas, olhares, carinhos, águinha quentinha do banho, cheirinho gostoso, olhar coruja da vovó…
    Realmente os bebês são prova que o amor deve permanecer no mundo e se renovar sempre. E as suas fotos trouxeram e eternizaram da melhor maneira esse momento.
    Parabéns pelo trabalho lindo!!!
    Kelly

    carolina30/06/2011 - 2:07 am

    Lindo, emocionante, puro!!! Amei!!!

    Canta e Conta!

    Uma proposta de contação de histórias enriquecida pela beleza da música.

    Criatividade e interação envolvendo música e história

    Para saber mais, clique aqui.

     

    Nicolas – meu filhão – encantado com as meninas da Canta e Conta na comemoração do seu primeiro aniversário.

    “Sinto o momento da história como um laço que fazemos em torno da festa.
    Damos a volta, juntamos todos, completamos o laço e saímos, deixando uma festa mais quente e calorosa do que a que encontramos”.

    Pauleca e Má, com certeza a comemoração ficou mais afetuosa e humana.  Muito especial tê-las conosco em um momento tão lindo de nossas vidas.

    voltar ao topoCompartilhe no FacebookTweet este post101,115,99,114,101,118,97,32,112,114,97,32,109,105,109mim arp avercse

    A gratuidade de um carinho

    Focinho úmido, geladinho, Preto, marrom, desbotadinho, Simples e lindos focinhos.

    Ah, se as pessoas soubessem o valor de um focinho, Focinho medroso ou metido, Focinho manhoso, carinhoso, Simples amigos focinhos.

    Ah, se as pessoas tivessem ao menos um focinho, Não sobre o próprio rosto, Mas em carne, pelo e osso, Fonte pura de carinhos.

    Ah, se as pessoas protegessem os focinhos, Focinhos que vivem sozinhos, Amores desperdiçados; focinhos amargurados, Focinhos pra todo lado.

    Ah, se as pessoas conhecessem os focinhos, Quanto amor, quanto carinho, Anjos peludos, sem narizinhos. Anjos fofos atrás de focinhos.

    Ah, se eu pudesse ver todos os focinhos, Amados e acolhidos, Crianças da criação, anjos de bem querer, Focinhos em plena evolução.

    Ah, se as pessoas soubessem, Quanto amor e dedicação, Quanta vida, quanta paixão, Quanto vale o amor de um cão (ou de um gatão).

    Ah, se eu pudesse mostrar para todos, o valor de um focinho, A gratuidade de um carinho, O que existe de verdade, Por trás de um simples focinho.

    poema de Claudia Zippin Ferri

    voltar ao topoCompartilhe no FacebookTweet este post101,115,99,114,101,118,97,32,112,114,97,32,109,105,109mim arp avercse
    miriam carvalho31/03/2011 - 1:14 pm

    Que delicia.

    Kelly Holanda03/05/2011 - 2:50 am

    Criança, cachorro, bagunça, ar livre, pisar na grama…
    Tem coisa melhor?!
    Ainda não achei hehehe e se tiver chocolate ficar melhor ainda.
    🙂
    Lindo lindo o trabalho!!!

    M o r e   i n f o
    M o r e   i n f o